Pescador acha fóssil de réptil com 188 milhões de anos

Nick Collard descobriu os ossos de um plesiossauro - uma criatura marinha com 1,5 metro de comprimento que viveu há 188 milhões de anos - em uma praia na baía de Bridgewater. O fóssil foi escavado, limpo e teve sua idade avaliada por especialistas do Museu de História Natural de Londres.A peça será exibida temporariamente no Museu de Taunton ainda neste mês.RaroO museu agora está tentando arrecadar o equivalente a R$ 80 mil para preservar o fóssil adequadamente e colocá-lo em exposição permanente.Collard disse que andava regularmente naquele trecho da praia mas nunca notou o fóssil. "A maré deve ter levado uma parte dos sedimentos para expôr o fóssil", disse ele. O pescador afirma que ocorreu para casa para consultar uma enciclopédia e teve a identidade do fóssil confirmada pelo museu de Taunton.Dennis Parsons, geologista do museu, disse que o fóssil é raro e tem importância científica. "Os plesiossauros são fósseis muito raros, então a pessoa tem que ser muito sortuda para encontrar até um único osso ou dente - este (encontrado) estava totalmente exposto e lindamente preservado", disse Parsons.

Agencia Estado,

06 de abril de 2004 | 18h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.