Pesquisa associa orgasmo feminino a modo de caminhar

Estudo aponta que mulheres que têm orgasmos vaginais têm passos mais largos.

Da BBC Brasil, BBC

05 de setembro de 2008 | 19h36

Um estudo desenvolvido por pesquisadores escoceses e belgas concluiu que é possível determinar a habilidade de uma mulher de ter orgasmos vaginais pela maneira com que ela anda.A pesquisa envolveu 16 estudantes universitárias belgas, que completaram um questionário sobre sua vida sexual e depois foram filmadas à distância enquanto caminhavam em um local público.Os vídeos foram então analisados por quatro sexólogos que não tinham conhecimentos prévios sobre a rotina sexual das mulheres pesquisadas.Os resultados indicaram que, em 80% dos casos, é possível que um pesquisador treinado consiga inferir corretamente sobre a capacidade das mulheres de ter orgasmos vaginais apenas pela maneira como elas caminham.Segundo os pesquisadores, a soma do comprimento dos passos com a rotação vertebral é maior entre as mulheres que têm orgamos vaginais.AnatomiaEntre as possíveis explicações para os resultados do estudo, publicado na edição de setembro da publicação científica The Journal of Sexual Medicine, está a hipótese de que as características anatômicas determinam quais mulheres têm mais ou menos tendência a ter orgasmos vaginais."Músculos pélvicos bloqueados, que podem ser associados com debilidades psicosexuais, podem também comprometer a capacidade de ter orgasmos vaginais e o modo com que se caminha", diz Stuart Brody, um dos líderes do estudo.Ainda segundo o pesquisador, mulheres com capacidade de ter orgasmos vaginais se sentiriam mais confiantes com sua sexualidade, o que pode refletir no modo como caminham."Esta confiança também pode estar relacionada com os tipos de relação que a mulher teve, considerando-se que o orgasmo vaginal está associado com uma maior qualidade nas relações", escrevem os autores.As conclusões do estudo dão mais credibilidade às teorias que propõem técnicas de respiração e movimentos musculares para tratar disfunções sexuais.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
sexoorgasmovaginapesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.