Pesquisa revela como o público vê a ciência

Fonte de "grandes descobertas", de "avanço técnico" e de "melhoria da vida humana". Assim são vistas a ciência e a tecnologia por brasileiros, argentinos, uruguaios e espanhóis, de acordo com uma pesquisa feita dentro do Projeto Ibero-Americano de Indicadores de Percepção Pública, Cultura Científica e Participação Cidadã, iniciado em 2001 pela Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI) e pela Rede Ibero-Americana de Indicadores de Ciência e Tecnologia (Ricyt/Cyted).No Brasil, o levantamento foi feito pela equipe do Laboratório de Jornalismo (Labjor), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), coordenado por Carlos Vogt, que é também presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Os resultados completos do trabalho estão no livro "Percepção Pública da Ciência", lançado, em edição bilíngüe (português e espanhol) no fim do ano passado pela Editora Unicamp e Fapesp.Leia mais em

Agencia Estado,

31 de janeiro de 2004 | 03h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.