Pesquisador da Embrapa recebe prêmio científico

O Instituto Ciência e Fé, do Paraná, entregará o Prêmio Científico Professor Doutor Newton Freire-Maia, no próximo domingo, ao ecólogo Evaristo Eduardo de Miranda. A homenagem acontece durante a inauguração das novas instalações do Instituto - a Casa de Estudos Padre Reus -, em Piraraquara, na região metropolitana de Curitiba.Em sua primeira edição, o prêmio será entregue a cada dois anos e tem o objetivo de reconhecer o trabalho de pesquisadores brasileiros. ?Miranda foi escolhido pelo seu trabalho nas áreas de meio ambiente, agricultura e antropologia?, disse o jornalista Aroldo Murá Haygert, presidente da organização.Professor da Universidade de São Paulo e pesquisador da Embrapa Monitoramento por Satélite, Evaristo de Miranda estudou agronomia em Lyon e tem mestrado e doutorado em ecologia em Montpellier, na França. É presidente da organização não-governamental Ecoforça - Pesquisa e Desenvolvimento, membro de várias sociedades científicas e consultor de diversas instituições, como Embrapa, Fapesp e Unesco.Criado em 1985, em Curitiba, por um grupo de intelectuais de várias áreas, o Instituto Ciência e Fé tem o objetivo de estudar questões teológicas e espirituais, além de temas científicos que envolvam indagações sobre o universo e o ser humano. Entre seus fundadores estão o geneticista Newton Freire-Maia, presidente honorário da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), a geneticista Eleidi Chautard Freire-Maia, o secretário geral da presidência da República, Euclides Scalco, e o filósofo Ubaldo Puppi.

Agencia Estado,

25 de abril de 2002 | 15h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.