Pesquisadores criam modelo para projetar rua para bêbados

Estudo avalia efeito de andar cambaleante no fluxo de tráfego de multidões.

Da BBC Brasil, BBC

23 de julho de 2008 | 17h12

Pesquisadores da Universidade de Cardiff, no País de Gales, criaram um modelo que reproduz os movimentos de pessoas embriagadas e poderia ajudar a projetar ruas que direcionem os bêbados para suas casas em segurança.Segundo o coordenador da pesquisa, Simon Moore, "as pessoas embriagadas atrapalham, porque elas atrasam o avanço dos outros rumo ao seu destino".De acordo com Moore, por causa disso, as pessoas embriagadas podem, inclusive, ser alvo de violência.No estudo, divulgada pela revista New Scientist, os pesquisadores se perguntaram como o andar cambaleante e a perda de equilíbrio associados à embriaguez afetariam um modelo baseado no comportamento de grupos de pessoas sóbrias.FluxoA equipe de pesquisadores fez 24 visitas ao centro de Cardiff nas noites de sexta-feira e sábado, entre 23h e 3h, e observou a maneira de andar das pessoas.Os pesquisadores descobriram que 25% estavam cambaleantes.A equipe incluiu essa informação na sua simulação. A seguir, os pesquisadores fizeram simulações com multidões em variados estados de embriaguez tentando andar por uma ruela estreita, com três destinos diferentes.Conforme os pesquisadores haviam previsto, o fluxo de pessoas que seguiam umas atrás das outras na mesma direção foi reduzido entre o grupo embriagado.Esse fator fez com que seus movimentos ficassem 9% mais lentos quando um quinto das pessoas no grupo estavam cambaleantes.Nos casos em que o grupo inteiro estava cambaleante, os movimentos ficaram 38% mais lentos.CongestionamentoOs resultados do estudo foram apresentados na Conferência Internacional de Ciência Criminal, em Londres, na semana passada.Segundo Moore, esta é a primeira vez que um modelo é usado para prever como multidões embriagadas agem e medir o fluxo de tráfego entre grupos embriagados.Os pesquisadores esperam usar o modelo para verificar como mudar a disposição dos objetos nas ruas ou aumentar o espaço para pedestres poderia reduzir o congestionamento nos locais mais movimentados à noite.O modelo também poderia ser usado para observar os efeitos da abertura de um novo bar ou restaurante em uma região movimentada da cidade.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.