Pesquisadores encontram crânio completo de cinodonte no RS

Esse animal é considerado o ancestral dos mamíferos; fóssil estava num sítio arqueológico em Dona Francisca

Elder Oligari, de O Estado de S. Paulo,

13 de janeiro de 2009 | 19h39

Uma equipe do curso de Biologia da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) encontrou o crânio quase completo de um animal do grupo dos cinodontes, considerados os ancestrais dos mamíferos, num sítio arqueológico do município de Dona Francisca, na região central do Rio Grande do Sul. A descoberta animou os pesquisadores pelo caráter de raridade que tem e pela qualidade de novas informações científicas que deve gerar. Antes dela, só havia registro de achados de fragmentos ósseos de cinodontes na América do Sul e de partes completas no vale de Luangwa, na Zâmbia, na África.  O paleontólogo Sérgio Furtado Cabreira, que coletou o material junto com o descobridor, o biólogo Lúcio Roberto da Silva, diz que o achado tem pelo menos outros dois aspectos relevantes. O primeiro é a comprovação de que os afloramentos do Triássico em Dona Francisca abrangem um tempo maior do que o imaginado até então pelos pesquisadores. A idade do fóssil é de 242 milhões de anos. As descobertas anteriores chegavam a 235 milhões de anos. O segundo reforça a teoria da união dos continentes no Triássico. "A presença desse fóssil, encontrado na África e na América do Sul, é mais uma evidência disso", comenta Cabreira. Os cinodontes surgiram durante o Permiano (de 299 milhões a 245 milhões de anos atrás) e irradiaram-se durante o Triássico (de 251 milhões de anos a 199 milhões de anos atrás) por todo o Planeta. Tinham tamanho variado, de poucos centímetros até quase dois metros, e podiam ser onívoros, herbívoros ou carnívoros. O crânio de cinodonte foi encontrado em julho de 2008 em uma rocha à margem de um açude construído para reter água para irrigação de uma lavoura de arroz e apresentado pelos pesquisadores nesta terça-feira, depois de uma série de estudos e análises. A região central do Rio Grande do Sul é rica em afloramentos do Triássico. Nela já foram encontrados fósseis de diversos vertebrados, entre os quais os de Rincossauros, exaeretodons, Estauricossauro, Guaibassauro, Saturnalia tupiniquim, Sacissauro e Unayssauro.

Tudo o que sabemos sobre:
ciênciapaleontologia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.