Petrobrás vai controlar emissões de caminhões-tanque

A Petrobrás lançou hoje um programa para controlar as emissões de fumaça negra de caminhões-tanque que passam pelo Terminal de Abastecimento da Refinaria Henrique Lage, em São José dos Campos, interior de São Paulo. Segundo o coordenador do projeto, Alexandre Santiago, o objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade do ar, em uma região industrial próxima a um centro urbano, além de educar e informar os caminhoneiros.Com o programa, uma equipe de técnicos treinados pela Petrobrás irá avaliar diariamente a emissão dos cerca de 300 caminhões-tanque que passam diariamente pelo terminal. ?O teste de fumaça é voluntário e gratuito. Constatado o problema, vamos orientar o caminhoneiro para resolvê-lo e monitorar o resultado. Além do ganho ambiental, o motorista ganha com a economia de combustível e por não ter perigo de ser autuado?, explica Santiago.No ?pit-stop? instalado na refinaria de São José dos Campos, os caminhoneiros receberão também folhetos com informações técnicas e dicas de segurança e economia. O coordenador diz que o programa não visa substituir a fiscalização dos órgãos competentes, mas difundir a cultura da regulagem dos veículos na região.Chamado TansportAR, o projeto deverá ser implantado em todas as instalações da Petrobrás próximas a grandes regiões metropolitanas, como em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, e Paulínia, em São Paulo. Santiago diz que, mesmo antes de entrar em operação, o programa conta com boa receptividade dos caminhoneiros, que já estão buscando informações. ?Tivemos até uma consulta de um transportador de gado, que queria saber se poderia participar do projeto?.Segundo o coordenador, a prioridade será atender aos caminhões-tanque, ?mas é interesse da companhia que o usuário de combustíveis tenha benefícios com o produto, por isso vamos analisar como atender às demandas?.

Agencia Estado,

12 de novembro de 2002 | 15h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.