Universidade Federal de Viçosa
Universidade Federal de Viçosa

Pink Floyd inspira nome científico de nova espécie de sapo descoberta em MG

Anfíbio encontrado por pesquisadores da UFV na Serra do Brigadeiro foi batizado de 'Brachycephalus darkside'

Leonardo Augusto, Especial para o Estado

22 Maio 2017 | 11h45

BELO HORIZONTE - A banda inglesa Pink Floyd inspirou o nome científico dado a uma espécie de sapo descoberta por uma equipe de pesquisadores da Universidade Federal de Viçosa (UFV), na Serra do Brigadeiro, na Zona da Mata, em Minas Gerais. Em homenagem ao álbum The Dark Side of the Moon, lançado pelo grupo em 1973, a espécie foi batizada de Brachycephalus darkside.

Segundo informações da universidade, na pesquisa, foi observada "uma musculatura interna muito escura no sapinho, jamais observada e descrita em outras espécies".

Além da cor do tecido, a identificação dos hábitos do sapo mostrou que o animal normalmente permanece escondido em camadas de folhas no solo ou enterrado em raízes. Porém, ao contrário de outros anfíbios, é mais ativo durante o dia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.