Piora estado de saúde de d. Aloísio Lorscheider

Arcebispo emérito de Aparecida está internado desde 21 de setembro devido a problemas no aparelho digestivo

Carlos Alberto Fruet, do Estadão,

05 de outubro de 2007 | 17h37

Piorou o estado de saúde do arcebispo emérito de Aparecida (SP), d. Aloísio Lorscheider, nesta sexta-feira, 5. Internado no Hospital São Francisco, em Porto Alegre, desde o dia 21 de setembro, para curar a retenção de líquidos devido ao mau funcionamento do aparelho digestivo, o religioso de 83 anos está no quarto do hospital. O médico particular de d. Aloísio, o cardiologista Fernando Lucchese, que também é o diretor clínico do hospital, divulgou um boletim informando que o quadro clínico do bispo é delicado: "Seu estado é muito frágil. Tem altos e baixos. E o seu coração está bastante comprometido. O caso é grave e complicado". Devido a problemas cardíacos que enfrenta há muito tempo, d. Aloísio já passou por várias cirurgias cardiovasculares e usa um marca-passo. Por causa disso, em agosto de 2006, quando visitava Fortaleza, foi internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), de um hospital particular da região. Ainda conforme Lucchese, mesmo que seu estado de saúde apresente sinais de melhora, ele deverá permanecer no hospital por tempo indeterminado. Dois irmãos e um cunhado de d. Aloísio estão em Porto Alegre e o arcebispo é acompanhado por religiosos da Casa dos Freis Franciscano da capital gaúcha, onde ele vive há três anos, desde que se aposentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.