Plano diretor de resíduos sólidos sai em fevereiro

O secretário municipal de Serviços e Obras de São Paulo, Jorge Hereda, disse hoje que o plano diretor de resíduos sólidos da cidade deverá ser concluído em fevereiro do próximo ano. A informação foi dada durante na abertura do Encontro Internacional de Gerenciamento Sustentável de Resíduos, no Hilton Hotel, em São Paulo, da qual participaram também a prefeita Marta Suplicy e o secretário municipal de Relações Internacionais, Jorge Mattoso. ?O meio ambiente foi abandonado em São Paulo nas últimas décadas. Há 25 anos que São Paulo não tem um plano diretor de resíduos sólidos?, criticou Marta. Dez secretarias se envolveram na execução do plano diretor de resíduos, que, de acordo com Hereda, trará um novo modelo de gestão. Seguirá a tendência de descentralização de serviços, buscando minimizar o impacto causado pela geração de resíduos, de forma que aumente a vida útil dos aterros. ?Queremos também incorporar os 20 mil catadores que atuam na reciclagem em São Paulo, organizando essa população?, completou. Para elaborar o documento, a prefeitura tem contado com participação internacional. ?A França contribuiu inclusive financeiramente, com o pagamento de técnicos franceses enviados para auxiliarem nossa equipe da Secretaria de Obras na elaboração do plano diretor?, contou Mattoso. Além disso, três técnicos da prefeitura de São Paulo serão mandados na semana que vem para Paris, capital da França, para fazer um estágio na prefeitura local. Um outro técnico brasileiro fez um estágio em Osaka, no Japão. O Encontro Internacional de Gerenciamento Sustentável de Resíduos terminará amanhã. Conforme explicou Mattoso, o evento tem como objetivo fazer um balanço da reunião de Johannesburgo, na África do Sul, tratar das iniciativas relacionadas ao Protocolo de Kyoto e discutir as iniciativas do plano diretor de resíduos sólidos proposto pela prefeitura paulista.

Agencia Estado,

06 de novembro de 2002 | 16h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.