Plantas marinhas absorvem menos carbono

As plantas marinhas têm apresentado queda em sua produtividade desde a década de 80, absorvendo menos carbono. Isso pode provocar grandes impactos no ciclo de carbono no planeta, de acordo com uma pesquisa ser divulgada pela agência espacial norte-americana (Nasa). O estudo verificou que a produtividade primária líquida (PPL) dos oceanos caiu mais de 6% nas duas últimas décadas. PPL é o total de matéria orgânica produzida pelas plantas menos a quantidade utilizada na respiração.?O declínio da produtividade primária dos oceanos pode ser resultado de mudanças climáticas no planeta, como o aumento de temperaturas?, disse Watson Gregg, líder da pesquisa da Nasa. A temperatura da superfície marinha global aumentou em 0,2ºC nos últimos 20 anos.Gregg e colaboradores utilizaram dados obtidos por dois satélites da agência espacial, o Nimbus 7 e o OrbView 2. Os pesquisadores verificaram que 70% da diminuição na PPL dos oceanos ocorreu em altas latitudes (acima de 30 graus). O declínio foi de 9% no Pacífico Norte e de 10% na Antártica.

Agencia Estado,

19 de setembro de 2003 | 15h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.