Plástico reciclado vira matéria-prima

A utilização do plástico reciclado é uma nova alternativa que vem sendo testada para substituir a madeira convencional em construções. Um desses projetos, desenvolvido pelo engenheiro Nelson Parente Júnior, utiliza o plástico pós-consumo para substituir a madeira não incorporada à obra - tábuas, sarrafos e pontaletes, que são utilizados para confeccionar formas para concreto, tapumes, andaimes e cavaletes de sinalização. ?Utilizamos todos os tipos de plásticos, que podem ser reciclados novamente mais umas quatro ou cinco vezes, mantendo a resistência da resina. Com isso, damos utilização para o lixo plástico e diminuímos a demanda sobre a madeira, cuja extração ainda é predatória?, diz Parente. Outra vantagem do produto é a economia de água durante a construção, já que as formas de madeira precisam ser molhadas. ?As peças de plástico não precisam ser molhadas e desenformam facilmente, dando melhor acabamento ao concreto.Outro exemplo da utilização do plástico reciclado é o sistema integrado de casas populares desenvolvido pelo empresário Valdir Gimenes e o arquiteto e ambientalista Sérgio Prado. Uma máquina, inventada por Gimenes, mói todos os tipos de plásticos, que são prensados e viram matéria-prima para a fabricação de tijolos e barras de plásticos duro. Uma casa construída totalmente com esse material encontra-se em exposição em um showroon, na zona leste da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.