Podem existir 50 planetas similares à Terra

Cientistas da Universidade Aberta da Grã-Bretanha utilizaram uma simulação de computador para calcular o provável número de planetas habitáveis, tendo como base o que se sabe sobre a formação dos planetas e as condições para que floresça vida. Eles esperam encontrar evidências como resíduos de dióxido de carbono, água e ozônio nos próximos dez anos.Os pesquisadores da universidade britânica afirmam que telescópios espaciais serão capazes de observar esses planetas daqui a dez ou 15 anos.Como JúpiterRecentemente os astrônomos descobriram mais de uma centena de planetas em órbita de estrelas como o Sol. São todos planetas gigantescos como Júpiter e não podem ser habitados.Em teoria, também devem existir planetas mais parecidos com a Terra, mas eles são pequenos demais para serem vistos com a tecnologia existente hoje. A nova geração de telescópios espaciais vai buscar gases emitidos por organismos vivos na atmosfera de mundos distantes.ÁguaBerrie Jones, professor da Universidade Aberta, diz que cerca de metade deles pode conter água e possivelmente vida, mas ainda há incertezas."Claro que nós esperamos que eles sejam parecidos como a Terra em tamanho e massa, que tenham uma atmosfera razoável, tenham oceanos e continentes, potencial para sustentar vida, mas a grande questão é: há realmente vida lá?", pergunta-se Jones.

Agencia Estado,

01 de abril de 2004 | 12h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.