Pólos perdem duas vezes mais gelo do que há 13 anos

O gelo das regiões polares derrete cada vez mais rápido, sobretudo, no Hemisfério Norte, advertiu nesta sexta-feira o cientista espanhol Adolfo Eraso, professor da Universidade Politécnica de Madri. Segundo ele, nos últimos 13 anos o volume de gelo derretido duplicou por causa do aquecimento global.A velocidade de degelo é três ou quatro vezes mais rápida no Pólo Norte do que no Sul. Se tudo continuar igual, o volume de degelo deve voltar a se duplicar "em menos de 13 anos" porque se trata de um fenômeno cada vez mais "acelerado" em conseqüência do efeito estufa, acrescentou Eraso.Membro do Projeto Glackma, dedicado a investigar no gelo dos pólos, Eraso é especialista em hidrologia e geologia. Para ele, o gelo "é a hemeroteca do clima", já que permite conhecer a atmosfera de cada época, "como os anéis do tronco de uma árvore".  mudanças climáticas

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.