Poluição implicada no verão trágico de 2003

Poluição provocada pelo homem dobrou a probabilidade de ocorrência da onda de calor que atingiu a Europa em agosto de 2003, informa estudo publicado na revista Nature. É o primeiro trabalho a relacionar a atividade humana a um evento climático específico. As temperaturas extraordinárias de 2003 causaram milhares e mortes e vários incêndios florestais na Europa.De acordo com a Nature, já se sabe que o verão de 2003 provavelmente foi o mais quente dos últimos 500 anos. Agora, usando um programa de computador capaz de recriar as tendências de temperatura na Europa entre 1920 e o presente, pesquisadores britânicos fizeram duas simulações - uma com as emissões de poluentes feitas pela humanidade, outra sem. Resultado: a simulação com poluentes gerou temperaturas médias 0,5º C superiores, para os anos 90, que a simulação com ar limpo.Um aumento médio de meio grau aumenta a probabilidade de verões extremamente quentes, explicam os cientistas, porque a média maior puxa para cima toda a distribuição da escala de temperaturas.

Agencia Estado,

01 de dezembro de 2004 | 16h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.