Prêmio de reportagem sobre Mata Atlântica abre inscrições

O Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica, uma iniciativa da Aliança para a Conservação da Mata Atlântica - uma parceria entre a Conservation International do Brasil e a SOS Mata Atlântica - abriu as inscrições para sua terceira edição. O concurso, cujo objetivo é reconhecer a excelência profissional dos jornalistas que cobrem temas ambientais no País, aceita artigos publicados em jornais e revistas nacionais entre 1º de abril de 2002 e 31 de março de 2003. Cada jornalista poderá apresentar até três reportagens que abordem conservação, ecoturismo, alternativas econômicas ou pesquisa científica relacionados à Mata Atlântica. Lançado pela CI em 1999, em conjunto com a Federação Internacional de Jornalistas Ambientais (IFEJ), o Prêmio Biodiversidade acontece simultaneamente na Guatemala, Guiana, Brasil, Bolívia, Colômbia, Peru e Gana.Segundo Haroldo Castro, vice-presidente de Comunicação Internacional da CI e diretor geral do concurso, em 2002, foram inscritas 219 reportagens, de 115 jornalistas e 68 veículos, nos sete países. O vencedor da edição 2003, em cada país, será convidado a participar do Congresso Anual da Sociedade Norte-Americana dos Jornalistas Ambientais (SEJ), que acontece em setembro, em New Orleans, EUA. O segundo e o terceiro colocados receberão R$ 3 mil e R$ 1.500, respectivamente.Em 2002, a vencedora do Prêmio no Brasil foi Liana John, da Agência Estado, que participou do congresso da SEJ, em Baltimore, EUA, em outubro passado. Informações sobre as inscrições estão disponíveis nos sites www.conservation.org.br, www.sosmatatlantica.org.br e www.aliancamataatlantica.org.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.