Presa suspeita de ser autora de incêndio florestal nos EUA

Policiais norte-americanos prenderam hoje uma mulher suspeita de ter provocado involuntariamente o incêndio que ameaça atingir o Monumento Nacional da Sequóia Gigante - localizado na Floresta Nacional das Sequóias, parque que contém exemplares de árvoresgigantescas, algumas com pelo menos 1.500 anos, mais de 70metros de altura e 6 metros de diâmetro.Cerca de mil bombeiros e 12 aviões-tanque combatem as chamasque, impulsionadas por ventos com velocidade de até 50quilômetros horários, chegaram à entrada do parque.Peri van Brunt, de 45 anos, acampava em Roads End Lodge - nalocalidade de Johnsondale, 200 quilômetros ao norte de LosAngeles.Segundo o guarda florestal Brian Adams, ela entrou correndo emsua barraca, dizendo que havia perdido o controle sobre umafogueira que fizera. "Peri pediu ajuda, afirmando que iniciaraum incêndio", acrescentou o policial.Nessa época do ano, chove muito pouco na região e para acender uma fogueira num camping é preciso pedir uma licença especial àsautoridades florestais."Peri não tinha essa autorização, o que, judicialmente, pode complicar sua vida", explicou um agente. Além disso, elaabandonou o local às pressas, levando seu cachorro. Outroscampistas fizeram o mesmo. Com ventos fortes, eles pouco podiamfazer para debelar as chamas.

Agencia Estado,

25 de julho de 2002 | 16h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.