Jamil Chade/Estadão
Jamil Chade/Estadão

Presidente da CNBB confirma visita do papa Francisco ao Brasil em julho

Em entrevista exclusiva ao 'Estado', dom Raymundo Damasceno disse que a escolha do argentino Jorge Mario Bergoglio para o pontificado foi 'uma bela surpresa'

Jamil Chade - Enviado especial a Roma, O Estado de S. Paulo

14 de março de 2013 | 06h20

O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Raymundo Damasceno, afirmou na manhã desta quinta-feira, 14, que o papa Francisco confirmou que visitará o Brasil em julho para a Jornada Mundial da Juventude.

Nem bem terminado o conclave, dom Damasceno saiu na manhã de hoje no Vaticano para comprar jornal. "Eu estava muito curioso para saber qual é a reação mundial dessa eleição", afirmou dom Raymundo com exclusividade ao 'Estado'.

"Eu tive a oportunidade de falar com Bergoglio (papa Francisco) e ele me disse ontem mesmo que vai ao Brasil", destacou o cardeal brasileiro, que participou do conclave. 

"Eu o conheço muito bem. E trabalhamos juntos em Aparecida. Foi uma grande escolha", afirmou Dom Damasceno.

O cardeal brasileiro também disse que o argentino foi ganhando votos à medida que a eleição ocorria, num pleito em que ele não era favorito.

"Bergoglio veio surgindo. E foi uma bela surpresa", completou Damasceno, que, com um saco de jornal na mão, voltou ao Vaticano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.