<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1659995760901982&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Produção de biodiesel em alta escala terá incentivos

O governo federal lançará em novembro a regulamentação para a produção em alta escala de biodiesel. A ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff, tem reunião nesta quarta-feira com produtores de óleo vegetal para discutir a formulação do programa.Segundo a ministra, que participou na terça-feira do seminário Metas do Milênio ? O ABC Pensa o Futuro, em São Bernardo do Campo (SP), o programa do biodiesel exigirá uma ?política determinada, que vai contemplar aspectos financeiros, tributários e também socioambientais?. A princípio, estão sendo analisados os óleos produzidos a partir de palma, mamona, babaçu e soja.Entre as linhas já preestabelecidas, Dilma antecipou que a mistura do biodiesel (vegetal) ao diesel (mineral) será de 2%, em 2005, e, progressivamente, atingirá 5%, em 2009.Além disso, simultaneamente, o governo vai estimular a criação de uma frota dedicada, formada por veículos 100% movidos a biodiesel. ?Isso vai facilitar a incorporação do hábito para se ter frotas inteiramente a biocombustível?, disse Dilma, informando que o objetivo do governo é de implementar a nova tecnologia especialmente em regiões urbanas.

Agencia Estado,

11 de agosto de 2004 | 13h17

Selecione uma opção abaixo para continuar lendo a notícia:
Já é assinante Estadão? Entrar
ou
Não é assinante?
Escolha o melhor plano para você:
Sem compromisso, cancele quando quiser
Digital Básica
R$
0, 99
/ mês
No primeiro mês
R$ 8,90/mês a partir do segundo mês
  • Portal Estadão.
  • Aplicativo sem propaganda.
Digital Completa
R$
0, 99
/ mês
No primeiro mês
R$ 18,90/mês a partir do segundo mês
Benefícios Digital Básica +
  • Acervo Estadão 146 anos de história.
  • Réplica digital do jornal impresso.
Impresso + Digital
R$
20, 90
/ mês
No primeiro ano
R$ 56,90/mês a partir do segundo ano
Benefícios Digital Completa +
  • Jornal impresso aos finais de semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.