Reprodução/Google Street View
Reprodução/Google Street View

Professor do ITA deve ser nomeado presidente do CNPq

João Luiz Filgueiras de Azevedo tem mestrado e doutorado em Stanford; conselho enfrenta dificuldades financeiras

Marianna Holanda, O Estado de S.Paulo

16 de janeiro de 2019 | 00h23

BRASÍLIA - O professor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) João Luiz Filgueiras de Azevedo deve ser nomeado o novo presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Ele é hoje pesquisador em Engenharia Mecânica na instituição.

Segundo o seu currículo na plataforma Lattes, Azevedo é pesquisador titular do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), e professor do ITA, pelo qual formou-se, em 1981, em Engenharia Aeronáutica.

Ele tem ainda mestrado e doutorado na Universidade Stanford, dos Estados Unidos.

Azevedo chegou a figurar na lista tríplice para reitoria do ITA, com os professores Ricardo Galvão e Anderson Ribeiro Corrêa, que acabou sendo escolhido para o cargo. Hoje Ribeiro é o novo presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), indicado pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez.

A origem acadêmica é a mesma do astronauta e ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes.

Se for confirmado, ele encontrará o conselho em dificuldades financeiras. O CNPq é a principal agência de fomento à pesquisa científica no País. No ano passado, o então presidente, Mario Neto Borges, divulgou uma carta criticando os cortes no orçamento da instituição. “A ciência brasileira está em risco”, disse, à época.

No cargo desde 2016, Borges foi exonerado nesta terça-feira, 15, em um decreto assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e Marcos Pontes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.