Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Programa de reciclagem distribui cadernos para escolas públicas

A Fundação O Boticário de Proteção à Natureza entregou hoje 23 mil kits de cadernos, que atenderão toda a rede municipal de ensino de São José dos Pinhais, no Paraná, onde a empresa está instalada. Os cadernos doados fazem parte dos 74 mil kits produzidos este ano a partir da reciclagem de papel da empresa, mantenedora da Fundação.Segundo Céris Gabardo, coordenadora administrativa da Fundação, o programa de reciclagem da empresa começou em 1993 com a produção de 12 mil kits por ano. ?Desde então, trabalhamos o consumo consciente na empresa, onde os princípios são reduzir e reutilizar, antes de reciclar. Por isso, nosso objetivo não é aumentar a coleta de papel, mas mobilizar os funcionários e, além de reciclar, ajudar a comunidade?, explica.Encaminhado à central de reciclagem da empresa, todo papel e papelão (da fábrica e do escritório) é vendido para usinas de reciclagem. O recurso desta venda é destinado à compra dos cadernos, que são feitos com aparas (sobras) da indústria de papel. Somente em 2002, a central recolheu 754 toneladas de material reciclável.Coordenada pela Fundação O Boticário, a distribuição privilegia a cidade de São José dos Pinhais e Guaraqueçaba, onde a entidade mantém vários projetos ambientais. ?Atendidas as necessidades desses locais, analisamos os demais pedidos e distribuímos conforme a possibilidade?, diz Céris. No ano passado, escolas públicas de 23 municípios receberam os cadernos, que têm estampas e mensagens alusivas à natureza. Desde o início do programa, já foram distribuídos mais de 3 milhões de cadernos.

Agencia Estado,

21 de fevereiro de 2003 | 16h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.