Putin e Hollande participarão da Rio+20

Presidente Dilma Rousseff telefonou aos presidentes para parabenizá-los pela vitória nas eleições

Tânia Monteiro, de Brasília,

09 Maio 2012 | 22h30

A presidente Dilma Rousseff telefonou para os presidentes da França, François Hollande, e da Rússia, Vladimir Putin, para parabenizá-los pela vitória nas eleições. Nas conversas, tanto Hollande, quanto Putin, confirmaram suas presenças na reunião Rio + 20, a ser realizada no Rio de Janeiro de 20 a 22 de junho.

 

Dilma acertou com eles também, de articularem uma posição conjunta para ser levada à reunião do G-20, que será realizada nos dias 18 e 19 de junho, no México. As informações foram prestadas pelo porta-voz da Presidência, Thomas Traumann.

O primeiro a receber o telefonema de Dilma foi Putin, por volta das 9h30. Depois, por volta das 13 horas, a presidente ligou para Hollande.

 

A conversa com cada um deles durou em torno de 15 minutos. A presidente está empenhada em garantir o número máximo de chefes de estado e de governo na reunião que discutirá a questão do clima e conta a seu favor com o fato de a reunião do G-20 ser realizada poucos dias antes, no México. Dilma tenta garantir a presença de todos os presentes no G-20, no Brasil.

 

Até agora, mais de 80 países confirmaram suas presenças. Mas a chanceler da Alemanha, Angela Merlkel, já avisou que não virá ao Brasil. Dilma também ainda não obteve o OK do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Mas ficou muito satisfeita com confirmação da presença de Putin e Hollande, por serem dois países importantes no contexto mundial.

Mais conteúdo sobre:
Rio-20 Dilma Rousseff Putin Hollande

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.