Quatro tigres de Sumatra são mortos

Quatro tigres de Sumatra, espécie em risco de extinção, foram achados mortos e sem pele ao sudoeste da ilha indonésia, informa nesta terça-feira o site do jornal Kompas.Djoko Suhardjo, membro do Centro de Conservação Natural de Sumatra Ocidental, disse que os quatro animais, com idades entre um ano e meio e oito meses, foram envenenados, tiveram a pele arrancada e depois foram abandonados na selva.Suhardjo ressaltou que o objetivo dos caçadores era vender a pele dos animais no mercado negro e assegurou que não se trata de um incidente isolado. "Atos como este representam uma séria ameaça para a população de tigres em Sumatra Ocidental", disse Suharjo.O tigre de Sumatra (Panthera tigris sumatrae) é o menor da família dos felinos dentro da ordem dos carnívoros.Os tigres são divididos em subespécies por sua procedência: da Sibéria, de Bengala, chinês, indochinês, de Sumatra, do Cáspio, de Java e de Bali (os três últimos foram extintos). Calcula-se que restem apenas cerca de 300 tigres de Sumatra em estado selvagem na ilha.As organizações ecológicas advertem que eles poderiam desaparecer em menos de uma década caso não sejam contidos imediatamente a caça e o desmatamento ilegal, que acaba com seu habitat natural.

Agencia Estado,

06 de dezembro de 2005 | 12h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.