Raças de cães têm variação genética surpreendente

Uma comparação detalhada de 85 raças de cães mostrou o perfil único de seus DNAs, o que explica a grande variedade física e de comportamento. As descobertas publicadas na revista científica americana Science prometem desvendar os genes responsáveis por características como agressividade e tamanho do corpo, assim como mais de 300 doenças caninas hereditárias.O estudo liderado por pesquisadores do Fred Hutchinson Cancer Research Centre, em Seattle, também lançou luz sobre a evolução do cão moderno. Mostrou que cada raça pertence a uma de quatro linhagens genéticas, que reflete a forma como eles foram isolados e seletivamente acasalados por humanos através dos séculos.A equipe liderada pelos cientistas Elaine Ostrander, Leonid Kruglyak e Heidi Parker ficou surpresa com alguns resultados. "A primeira grande descoberta foi a de que raças diferentes são geneticamente bem distintas", disse Kruglyak."A maioria das raças é recente e foi geneticamente isolada somente no século 19, com o advento dos clubes de reprodução", comentou Kruglyak. "É uma diferença muito maior do que aquela encontrada entre populações humanas que se desenvolveram em continentes diferentes."

Agencia Estado,

21 de maio de 2004 | 11h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.