Recursos para financiamento são desafios para a ciência do País

Com mais financiamento disponível, agenda do setor se volta para busca de excelência e redução da burocracia

Herton Escobar, de O Estado de S. Paulo,

01 de novembro de 2008 | 20h10

A desculpa de que "falta dinheiro" não está mais colando para justificar resultados insatisfatórios na ciência brasileira. Várias lideranças científicas consultadas pelo Estado consideram que os recursos disponíveis para ciência e tecnologia hoje são adequados para atender às necessidades de financiamento da pesquisa no País. O novo desafio, dizem, é desenvolver bons projetos e desembaraçar a máquina burocrática para garantir que esses recursos sejam bem aproveitados – além de torcer para que a crise financeira internacional não ponha tudo a perder no ano que vem.   Leia reportagem completa na edição de domingo, 2, de O Estado de S. Paulo   O tema é tratado com cautela pelos pesquisadores, que medem as palavras para não passar a idéia de que está "sobrando dinheiro" na ciência. E não está. Mas a responsabilidade parece ter passado, definitivamente, para o lado da gestão e da produção de resultados. "Quem tem um bom projeto consegue dinheiro" é uma frase que se ouve com freqüência, principalmente nos Estados do Sul e do Sudeste, onde estão as melhores – e mais bem financiadas – instituições de ensino e pesquisa do País.

Tudo o que sabemos sobre:
ciênciainvestimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.