Renúncia de Bento XVI não vai interferir na programação da Jornada Mundial da Juventude

Arcebispo do Rio, D. Orani Tempesta D. Orani garantiu que mudança não atrapalha o cronograma do evento

Fernanda Nunes, O Estado de S. Paulo

11 Fevereiro 2013 | 12h24

O arcebispo do Rio, D. Orani Tempesta garantiu que a Jornada Mundial da Juventude acontecerá no período programado, de 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro, com a presença do sucessor do Papa Bento XVI, que deixará o cargo no próximo dia 28. A renuncia de Joseph Ratzinger ao papado, a primeira na história da Igreja Católica em 600 anos, foi anunciada hoje pelo Vaticano.

Para D. Orani, o papa deu uma demonstração de coragem ao quebrar a tradição do Vaticano ao renunciar, em vez permanecer no cargo até o fim da vida, como fizeram seus antecessores. D. Orani Ele agradeceu publicamente pelos serviços de Bento XVI à Igreja e afirmou ainda que os problemas de saúde do papa são preocupantes.

"Normalmente, os papas continuam até o fim, mesmo em situação de doença. Ele deu um sinal de coragem ao renunciar. São tantas as mudanças (na sociedade) que era necessário que fosse realmente diferente", afirmou D. Orani, em entrevista coletiva no Rio.

O arcebispo do Rio já tinha a informação de que Bento XVI tinha certa dificuldade de saúde e que isso impunha restrições ao seu trabalho. D. Orani garantiu que a mudança não atrapalha o cronograma da Jornada. A programação do evento está mantida, mas a organização aguardará a escolha do próximo pontífice para conhecer seus desejos em relação ao encontro de jovens católicos. No próximo dia 22, D. Orani poderá ser escolhido cardeal pelo Rio e poderá, então, participar do conclave que escolherá o próximo papa. 

Mais conteúdo sobre:
Papa Bento XVI

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.