Representação no Ministério Público contra Carioba 2

O Ministério Público está recebendo hoje uma representação do deputado estadual Antônio Mentor (PT) contra a instalação da Usina Térmica de Carioba 2, em Americana, por ter o seu projeto inicial modificado, e depois aprovado, sem um novo Relatório de Impacto Ambiental. "O projeto original foi alterado. Um novo foi apresentado, sem que atendesse a legislação de proteção ao meio ambiente", disse o deputado.Ele salientou ainda que está entrando com uma nova representação no Tribunal Regional Eleitoral pedindo a realização de um plebiscito em Americana para que a população aprove ou não a construção da Carioba 2, no município que tem 200 mil habitantes. A usina térmica deverá ser construída na divisa de Americana com Santa Bárbara D`Oeste, onde moram mais 80 mil pessoas, explicou Antônio Mentor.Ele salientou que foram feitas duas mudanças estruturais no projeto original da Carioba 2 que não foram analisadas, através de uma análise de impacto ambiental e de um debate público. A usina que anteriormente foi feita para resfriamento com água, mudou para outra tecnologia, já que há problemas de abastecimento de água na região.Além disto a constituição de Americana impede que se instale equipamentos com impacto do nível 3 no meio ambiente, como exige a Lei estadual 597, no seu artigo V. "Uma série de irregularidades foram encontradas em Carioba 2. Esta é a verdade, por isso fazemos esta representação ao Ministério Público com ampla documentação e também vamos ao TRE para pedir novamente a realização do plebiscito, para a população poder escolher entre ter ou não a usina térmica", afirmou Mentor.A usina de Carioba 2 é um empreendimento que terá ao seu término um potencial de 1.000 megawatts de potência, representando um investimento de US$ 600 milhões.

Agencia Estado,

09 de abril de 2002 | 15h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.