Resgate de animais no Butantã continua quatro dias após incêndio

Segundo a assessoria de imprensa do instituto, o material recuperado está sendo realocado

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias

19 Maio 2010 | 16h45

Quatro dias após o incêndio que destruiu o prédio do Instituto Butantã, na zona oeste de São Paulo, pesquisadores e voluntários continuam, na tarde desta quarta-feira, 19, resgatando animais conservados e objetos.

 

Segundo a assessoria de imprensa do instituto, o material recuperado está sendo realocado em uma outra área. O prédio atingido, que foi condenado pela Defesa Civil, é o que abrigava a coleção sobre ecologia e evolução de espécies.

 

Na terça-feira, 18, o Butantã informou que pelo menos 42 livros que contêm o registro de coleção de serpentes estavam armazenados num local não atingido pelo fogo.

Mais conteúdo sobre:
butantã incêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.