Resíduo de obra no Tietê não pode mais ir para lagoa

A Justiça concedeu, nesta sexta-feira, liminardeterminando a suspensão do depósito, na Lagoa de Carapicuíba, dos resíduos retirados na obra de rebaixamento da calha do Rio Tietê.O Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee),responsável pela obra, não vai se manifestar sobre o assunto porque ainda não foi comunicado.Segundo a autora da ação, a procuradora da República Rosane Cima Campiotto, esse é oresultado de uma ação cautelar. "Agora vem a ação principal que vai pedir, entre outras coisas, a recomposição da lagoa e a retirada de todo o material já depositado."

Agencia Estado,

23 de maio de 2003 | 21h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.