Shruti Shrestha/Reuters
Shruti Shrestha/Reuters

Ritual religioso no Nepal envolve sacrifício de 15 mil búfalos

Cerca de 5 milhões de devotos hindus assistiram ao ritual; grupos de defesa dos animais protestaram

Efe,

24 Novembro 2009 | 16h01

Cerca de cinco milhões de devotos hindus assistiram nesta terça-feira, 24, ao sacrifício em massa de 15 mil búfalos de água no sul do Nepal, um ritual que foi criticado por organizações de defesa dos animais. O chefe do distrito de Bara, Tara Nath Gautam, disse à Agência Efe que aproximadamente cinco milhões de pessoas assistiram ao ritual e assegurou que não foram registrados protestos nos arredores da área fechada para o sacrifício.

 

O sacerdote do templo de Gadhimai, Mangal Chaudhary, constatou que "não há espaço nem para caminhar" no lugar e cifrou em 15 mil o número de búfalos sacrificados. "O massacre continuará até a tarde e o número final poderia chegar a 18 mil", assegurou à Efe por telefone.

 

Um total de 200 homens utilizou longas facas para matar os búfalos, que foram oferecidos à deusa hindu Gadhimai junto a outros animais como porcos e galos. O ritual será concluído amanhã com o sacrifício de 150 mil bodes, segundo a estimativa do sacerdote, responsável pela cerimônia.

 

Vários grupos de defesa dos animais do Nepal e da Índia protestaram contra o massacre, mas o Governo se defendeu alegando que o ritual faz parte da tradição hindu. A atriz francesa Brigitte Bardot escreveu, sem sucesso, uma carta ao presidente nepalês, Ram Baran Yadav, para que o ritual fosse proibido.

Mais conteúdo sobre:
ritualreligiaoNepalbufalosbodes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.