Roche limita distribuição de Tamiflu para garantir estoques

O laboratório suíço Roche informou nesta sexta-feira que decidiu limitar a distribuição do remédio Tamiflu, recomendado para pessoas infectadas pelo vírus da gripe aviária, para garantir sua disponibilidade para casos de verdadeira necessidade."Nas próximas semanas, limitaremos e controlaremos a distribuição do Tamiflu às farmácias, ao mesmo tempo que comunicaremos esta decisão aos médicos para que reduzam suas receitas aos casos realmente necessários", disse um porta-voz.O temor de que o vírus H5N1 da gripe aviária sofra uma mutação, passe a infectar pessoas e gere uma epidemia fez com que milhares de pessoas comprassem o Tamiflu, um dos dois únicos remédios que, por enquanto, é considerado eficaz contra a doença.A demanda foi tal que o remédio está esgotando nas farmácias dos países onde é comercializado. Ao mesmo tempo, cerca de 40 governos pediram milhões de doses do antiviral, tal e como recomenda a Organização Mundial da Saúde (OMS), para atenuar os efeitos de uma possível epidemia.Grupo francêsO grupo farmacêutico francês Sanofi deixaria de fabricar a vacina clássica de gripe em caso de uma pandemia aviária para se dedicar integralmente à produção de vacinas contra essa doença. Sanofi tem duas fábricas de vacinas contra a gripe - uma na França e outra nos Estados Unidos -, que produzem cerca de 150 milhões ao ano.O governo americano encarregou Sanofi de dois contratos para a fabricação de suas vacinas contra o vírus da gripe aviária H5N1, que causou mais de 60 mortes na Ásia, o primeiro dos quais já foi levado adiante com 2 milhões de doses.O segundo está em andamento e representará outras 20 milhões de doses, embora o número final dependa dos resultados de um estudo clínico em cerca de 300 voluntários para determinar exatamente a quantidade de antígenos e a dose necessários.   leia mais sobre gripe aviária

Agencia Estado,

21 de outubro de 2005 | 15h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.