Romaria de Aparecidinha, em Sorocaba, reúne 90 mil fiéis

Em marcha, romeiros levaram a imagem de Nossa Senhora Aparecida do centro da cidade até santuário

José Maria Tomazela , Agência Estado

13 de julho de 2008 | 16h46

Um número recorde de fiéis - cerca de 90 mil pessoas, segundo a Polícia Militar - participou na manhã deste domingo, 13, a tradicional Romaria de Aparecidinha, em Sorocaba. Numa marcha de 15 quilômetros, os romeiros levaram a imagem de Nossa Senhora Aparecida desde a Catedral, no centro de Sorocaba, até o santuário do bairro de Aparecidinha.  A tradição se repete sem interrupção há 109 anos, mas há registros da romaria a partir de 1852. A festa religiosa teve início às 5 horas na praça central de Sorocaba, com uma missa campal à frente da Catedral, celebrada pelo bispo dom Eduardo Benes Sales Rodrigues. Em seguida, a santa foi levada num andor pelas ruas do centro, até a Santa Casa, onde houve a bênção dos enfermos. Na passagem pela rua XV de Novembro, fiéis fizeram a "chuva" de papel picado.  Muita gente saiu à janela de casas e prédios para venerar a santa. De acordo com o padre José Antonio Leite de Oliveira, pároco do santuário, 80% dos caminhantes eram jovens, mas havia pessoas de todas as idades, como Ester Sakae, de 80 anos, que já perdeu a conta de quantas vezes fez a caminhada. "Vou continuar enquanto a santinha me der forças", disse, referindo-se à Nossa Senhora Aparecida. A cozinheira Lucilene Paulino Reis, de 51 anos, reuniu toda a família e vizinhos. "Tivemos de fretar um ônibus e uma van para transportar as 65 pessoas até a Catedral", contou. Há 27 anos o grupo se junta aos romeiros, entre eles a mãe da cozinheira, Eurípia Antonia Paulino, de 76 anos.  Muitas crianças foram vestidas de anjos para pagar promessas. Adultos levavam cruzes e alguns fizeram o trecho final de joelhos. A família do metalúrgico Fabiano Dias Rodrigues, que ficou entre a vida e a morte depois de ter sido brutalmente espancado por 8 jovens na saída de uma boate, levou uma faixa agradecendo sua recuperação. A imagem de Nossa Senhora Aparecida permanece no santuário até o dia 1º de janeiro, quando em nova romaria será levada de volta à Catedral, conforme a tradição.

Tudo o que sabemos sobre:
SorocabaRomariaReligião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.