Romênia declara três novos focos de gripe aviária

As autoridades romenas anunciaram nesta quinta-feira três novos focos de gripe aviária em aves de criação em seu território, um na localidade de Periprava, no Delta do Danúbio e fronteira com a Ucrânia, e dois no departamento vizinho de Braila.Com estes casos, sobe para sete o número de focos de gripe aviária que afetam as aves domésticas na Romênia.Periprava está situada no extremo leste do braço Chilia do Danúbio, perto da desembocadura no Mar Negro e justo na fronteira com a Ucrânia.As outras duas localicades onde o vírus H5 foi detectado são Bumbacari e Dudescu, ambas no departamento de Braila, vizinho ao Delta do Danúbio e onde agentes de saúde já começaram a incinerar cerca de 10 mil aves.Nos três focos de gripe aviária serão aplicadas as medidas requeridas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e que levaram à erradicação do vírus em dois centros afetados no Delta.Os especialistas informaram que os testes biológicos das aves mortas em todas estas localidades serão enviados ao Reino Unido, ao laboratório de Weybridge, que certificará se é ou não a variante altamente patógena H5N1.O primeiro foco de gripe aviária na Romênia - que também foi o primeiro detectado na Europa - apareceu em 7 de outubro passado na localidade de Ceamurlia de Jos, no Delta do Danúbio.Os representantes da OMS que estiveram ali em outubro disseram que as aves migratórias que chegam para passar o inverno no Delta do Danúbio são portadoras do vírus, que até agora matou quase 70 pessoas na Ásia e centenas de milhões de aves.

Agencia Estado,

01 de dezembro de 2005 | 22h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.