Roubo de petróleo precipita desastre ambiental

Um grande vazamento de petróleo na região russa de Ulianovsk, no Volga, ameaça causar uma catástrofe ecológica, informou o Ministério de Situações de Emergência da Rússia. O Ministério foi avisado por ecologistas locais sobre o vazamento de petróleo, causado pelo acesso ilegal de contrabandistas aos encanamentos do oleoduto Druzhba, propriedade da estatal russa Transneft.O vazamento ocorreu em uma zona florestal e inundou uma superfície de 9.000 metros quadrados, com uma camada de petróleo que atinge até meio metro de espessura, segundo as fontes ministeriais.Ecologistas citados pelo jornal digital Gazeta.ru, afirmam que os contrabandistas perfuraram o oleoduto em dois lugares e que o petróleo jorrou durante 24 horas, sob uma pressão de 15 atmosferas.Os ecologistas contaram ainda que o vazamento causou um grave prejuízo não só à floresta, mas também ao rio Sviaga, que é fonte de provisão de água para a capital regional, Ulianovsk. Também alertaram que há perigo de o produto chegar ao rio Volga.

Agencia Estado,

30 de junho de 2005 | 19h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.