Rússia anuncia acordo para fabricar naves espaciais turísticas

Empresa americana encomenda uma nave Soyuz exclusiva para levar turistas à Estação Espacial Internacional

EFE,

02 de julho de 2008 | 15h35

A agência espacial russa Roscomos informou, em comunicado, a assinatura de um acordo com a companhia americana Space Adventures para começar a financiar a construção de uma nave turística Soyuz.   Segundo o texto, a Roscosmos "fechou um acordo com um dos investidores, que começará a financiar a construção de uma nave Soyuz com data de lançamento prevista para 2011".   A Space Adventures, que detém os direitos exclusivos para o envio de turistas à Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo das naves Soyuz, informou no dia 11 sobre o acordo com a Roscosmos para o lançamento da "primeira missão privada" à plataforma orbital, segundo a agência oficial Itar-Tass. A primeira viagem turística à ISS em uma Soyuz, pilotada por um astronauta profissional e na qual viajarão dois turistas espaciais, está prevista para o segundo semestre de 2011.   A Space Adventures já organizou as viagens de cinco turistas espaciais à ISS em naves russas, mas esses turistas viajavam "de carona" em missões oficiais à plataforma orbital, a preços entre US$ 20 milhões e US$ 40 milhões.   O próximo turista a acompanhar uma missão oficial ao espaço será Richard Garriott, filho do ex-astronauta americano Owen Garriott, cujo vôo está previsto para 12 de outubro.   Segundo a Roscosmos, "o conteúdo dos acordos com os investidores permite supor que uma iniciativa similar (de construção de uma nave turística), conseqüência do interesse do mercado internacional pelos vôos comerciais pilotados, poderá ter continuidade após 2011".

Tudo o que sabemos sobre:
soyuzturismo espacialspace adventures

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.