Rússia conclui seleção para simulação de vôo a Marte

Dois candidatos serão escolhidos para se juntar à tripulação do experimento de 105 dias

Efe

13 de novembro de 2008 | 18h20

O Instituto de Problemas Biomédicos (IPMB) da Academia de Ciências da Rússia anunciou nesta quinta-feira, 13, que concluiu os testes de seleção de candidatos da Agência Espacial Européia (ESA) para participar da simulação de um vôo a Marte. "Em novembro, oito candidatos da ESA se submeteram em Moscou a exames médicos exaustivos, mas só serão escolhidos dois deles, que se unirão aos quatro voluntários russos para formar a tripulação do experimento de 105 dias", precisou Pavel Morgunov, porta-voz oficial do IPMB. A simulação deverá começar em março do ano que vem, acrescentou, citado pela agência oficial RIA Novosti. Ele destacou que os oito candidatos, entre os quais não havia qualquer mulher, tinham entre 28 e 39 anos e procediam de Dinamarca, Suíça, Alemanha, França e Bélgica. Em sua estadia em Moscou, os candidatos visitaram o complexo que receberá o ambicioso projeto Mars-500 e se reuniram com o astronauta russo que dirigirá a tripulação durante o teste de 105 dias. Ele explicou que a experiência de 105 dias faz parte de um projeto russo realizado pelo IPMB com a participação do Diretório para Vôos Espaciais Pilotados da ESA. Os oito voluntários europeus foram escolhidos de entre 5.600 candidatos, mas ainda há pela frente a escolha final dos dois membros da ESA que integrarão a tripulação principal e os dois da suplente. Em meados de dezembro serão divulgados os resultados da comissão de especialistas médicos.

Tudo o que sabemos sobre:
ciênciaespaçoRússiaMarte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.