Rússia lança três satélites para sua versão do GPS

O serviço espacial russo lançou com sucesso três satélites destinados a reforças o sistema de navegação do país, informa a mídia local. Os satélites foram lançados a partir de foguetes Próton-K, que partiram o cosmódromo de Baikonur, no Casaquistão. Dois dos satélites são do tipo GLONASS, e um é uma versão modificada, o GLONASS-M, com uma vida útil maior, de acordo com as agências Interfax e Itar-Tass. GLONASS é a sigla russa para seu Sistema Global de Navegação por Satélite, equivalente ao GPS americano. O GLONASS serve a fins militares e civis. Autoridades russas referem-se com freqüência à necessidade de modernizar o GLONASS. Desenvolvido durante os anos 70, o sistema contava originalmente com 24 satélites, mas o número vem diminuindo. Antes do lançamento de hoje havia 13 aparelhos em órbita, sendo dois desativados, e pelo menos 18 são necessários, de acordo com a Itar-Tass.

Agencia Estado,

26 de dezembro de 2004 | 13h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.