Rússia vai parar de dar carona a astronautas americanos

A Rússia planeja parar de oferecer caronas de graça para astronautas dos Estados Unidos rumo à Estação Espacial Internacional (ISS) a partir de 2006, informa o chefe da agência espacial russa. As naves russas Soyuz e Progress são a única ligação entre a ISS e a Terra desde o desastre com o ônibus espacial Columbia, em fevereiro de 2003.Anatoly Permonov disse que acordo de viagens gratuitas entra a Nasa e a agência russa Roskosmos poderá ser substituído por um entendimento de trocas, de acordo com a agência Interfax. O programa espacial russo vem buscando expandir suas operações comerciais, em meio a uma queda no orçamento estatal para pesquisa no espaço. A Roskosmos também busca renovar seu lucrativo programa de turismo espacial. Perminov disse que duas pessoas poderão ser levadas por uma nave russa para a ISS, possivelmente em 2006. Ele Não as identificou, mas disse que nenhuma será russa. Também hoje, a Nasa divulgou que estão prontos os novos tanques de combustível para os ônibus espaciais, remodelados a fim de evitar o desprendimento de material que causou o desastre da Columbia. O primeiro tanque da nova geração deverá chegar ao Centro espacial Kennedy na próxima semana. Ele será montado na nave Discovery, com lançamento previsto para maio ou junho.

Agencia Estado,

28 de dezembro de 2004 | 17h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.