Russos ajudam China a preparar caminhada espacial

Missão espacial mais ambiciosa da história da China deve partir para órbita da Terra nesta quinta-feira

AP,

24 de setembro de 2008 | 16h55

Na véspera de sua missão espacial tripulada mais ambiciosa, autoridades chinesas apresentaram, nesta quarta-feira, 24, a tripulação de três homens e disseram que técnicos russos ajudarão a guiar um deles na primeira caminhada espacial chinesa.   A missão de três astronautas, com duração prevista de três dias, é mais desafiadora já empreendida pela China desde que lançou seu primeiro astronauta ao espaço, em 2003. A caminhada, conhecida formalmente como atividade extra-veicular, deverá ajudar a China a desenvolver a tecnologia do atracamento entre naves espaciais, para a criação de uma estação espacial no futuro.   Os dois astronautas que vestirão trajes espaciais para executar a atividade "serão apoiados por especialistas russos durante toda a missão", disse o porta-voz do programa espacial chinês, Wang Zhaoyao, na base espacial de Jiuquan, no noroeste da China. Apenas um dos dois deixará de fato o módulo.   O programa espacial chinês, envolto em segredo e ligado às Forças Armadas, vem contando, majoritariamente, com tecnologia e know-how doméstico, e a cooperação com a Rússia  tem sido limitada. Um dos astronautas usará um traje espacial fabricado na China e outro, um traje russo.   Acredita-se que alguns dos astronautas chineses, ou "taikonautas", tenham recebido treinamento inicial na Rússia, mas agora todos passam por preparativos em instalações chinesas.   Mas Wang disse que o apoio russo para a missão mais recente poderá levar a um relacionamento mais amplo no futuro.   "A cooperação bem-sucedida na missão tripulada Shenzhou 7 criará condições favoráveis para cooperação futura entre nossos países", disse Wang, sem dar mais detalhes.   O piloto de aviação militar Zhai Zhigang, de 42 anos, vem sendo apresentado como o principal candidato para executar a caminhada espacial, que deverá durar cerca de 40 minutos.   Zhai, acompanhado por Jing Haipeng e Liu Boming - outros dois pilotos de 42 anos - foram apresentados à imprensa nesta quarta. Wang disse que a janwela de lançamento da missão estará aberta das 10h07 às 11h27 da manhã desta quinta-feira (hora de Brasília). A caminhada espacial provavelmente ocorrerá na tarde de sexta-feira ou no sábado.

Tudo o que sabemos sobre:
chinacaminhada espacialtaikonauta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.