Sabá complica viagem de astronauta israelense

Israel lançará nesta quinta-feira seu primeiro astronauta ao espaço - e o fato, antes de consumado, já começou a gerar protestos e dúvidas entre os rabinos israelenses. O problema começou quando o astronauta israelense Ilan Ramon, que viajará a bordo da nave Columbia, quis saber quaisseriam seus deveres religiosos uma vez em órbita.Em Houston (Texas), Ramon - que não é religioso - se dirigiu ao rabino Haim Konikov, da seita Habbad, que, em seguida, apresentou a questão a célebres mestres religiosos nos EUA e emIsrael.Konikov lembrou que a nave Columbia conclui uma volta completa em torno da Terra a cada 90 minutos e, por isso, para os passageiros, a semana dura apenas 10 horas e meia.Nesse contexto, o astronauta perguntou quando deveria "começar o repouso sabático", ou seja, o período no qual está proibido de fazer qualquer esforço físico, para dedicar-se à reflexão.Embora os rabinos mais severos tenham sido contra a partida do astronauta, ficou decidido que Ramon irá observar o horário local de Houston, onde está o centro de controle da missão da Nasa - mas terá de trabalhar durante o sabá.

Agencia Estado,

15 de janeiro de 2003 | 16h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.