São Francisco sedia comemoração global pelo ambiente

Pela primeira vez, uma cidade dos Estados Unidos, São Francisco, é anfitriã das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, que neste faz um alerta sobre a urbanização descontrolada no planeta.A ONU pretende incentivar as políticas ambientais que tratem do consumo e dos resíduos nas grandes cidades em todo o mundo. O tema eleito nesta ocasião é "Cidades verdes", e o lema das atividades, "Um plano para o planeta".O prefeito de São Francisco, Gavin Newsom, convidou para o evento prefeitos de cidades de diferentes países para compartilhar suas respectivas políticas em matéria meio ambiental. No ano passado, Barcelona (Espanha) foi a sede das comemorações.Com estes encontros ONU pretende que os prefeitos adquiram o compromisso de promover um catálogo de boas práticas em suas localidades. Os atos comemorativos começaram em 1º de junho e acabam neste domingo, com cinco dias de festividades, cada um dedicado a um tema específico.Atividades e projetosO primeiro se dedicou aos "elementos puros", mais concretamente ar, água e alimentos; o segundo ao "replanejamento das metrópoles", tema relacionado com a reciclagem e o crescimento inteligente dos centros urbanos; e o terceiro ao transporte, com o lema "Cidades em movimento.O sábado foi dedicado à conservação da energia e as energias renováveis, e este domingo tem como tema o "poder das flores", centrado nas zonas verdes, na biodiversidade e nos espaços abertos.As atividades incluem corridas e marchas de bicicletas pelas ruas da cidade e campanhas de reciclagem e atividades ambientais em centros escolares.Várias organizações apresentaram projetos de pesquisa voltados para o cuidado do meio ambiente, como é o caso de um combustível sustentável para veículos, e em diferentes foros se estuda o impacto do crescimento das cidades, por exemplo medidas para proteger as reservas de água do planeta.Zonas urbanasO secretário-geral da ONU, Kofi Annan, destacou que em 2030 mais de 60% da população mundial viverão em zonas urbanas. Também disse que o planeta não alcançará os objetivos de desenvolvimento do milênio se as cidades não incorporarem um planejamento meio ambiental em todos os aspectos da gestão urbana.Entre os objetivos de desenvolvimento do Milênio que a ONU fixou, está reduzir pela metade o número de pessoas que não têm acesso a água potável e o de pessoas que vivem com menos de um dólar por dia antes de 2015.Annan afirmou que a crescente urbanização apresenta desafios enormes, que incluem a pobreza, o desemprego, o crime e a toxicomania."Um de cada três habitantes urbanos vive em uma casa precária", disse o diplomata, que acrescentou que em muitas cidades em crescimento "a segurança meio ambiental é pouca e o planejamento, irregular".O Dia Mundial do Meio Ambiente foi estabelecido pela Assembléia Geral da ONU em 1972 e se comemora no dia 5 de junho.

Agencia Estado,

05 de junho de 2005 | 13h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.