São Paulo tem 1.009 plantas em extinção

Entre 1998 e 2004, a lista oficial das espécies vegetais ameaçadas de extinção no Estado de São Paulo cresceu de 300 para 1.009. À primeira vista, a nova relação, que deverá ser publicada na semana que vem no Diário Oficial, revelaria que o desmatamento aumentou e a situação das matas paulistas piorou. O diretor-geral do Instituto de Botânica (IB), Luiz Mauro Barbosa, garante, no entanto, que não é isso o que ocorre."O aumento no número de espécies ameaçadas reflete o o maior conhecimento que temos da flora paulista", assegura. "E não a piora do problema."A nova lista vem sendo elaborada desde 1998 e foi consolidada durante um workshop realizado no início desta semana no IB. Segundo Barbosa, a relação foi feita baseada na metodologia internacional da União Mundial para a Conservação (IUCN)."Mas também tivemos de fazer algumas adaptações específicas para São Paulo", explica. Entre elas, foram adotados alguns critérios de exclusão da lista, que não existem na metodologia da IUCN.É o caso da tiririca (Cyperus rotundus), uma praga em São Paulo, mas que, por um dos critérios da IUCN - ser difícil de ser encontrada em herbários e museus -, seria considerada ameaçada. "Ela não faz parte de coleções, porque não existe muito interesse científico nela e não por estar em extinção", observa Barbosa.Os pesquisadores paulistas adotaram outros critérios também para incluir plantas na relação."Definimos, por exemplo, que a ausência de registros novos de determinada espécie nos últimos 50 anos, inclusive em jardins botânicos e bancos de germoplasma, é suficiente para que a planta seja listada", conta.Embora até a sua publicações no Diário Oficial a lista possa sofrer pequenos ajustes, ela contém até agora 13 na categoria extintas da natureza, 22 em perigo crítico, 170 em perigo, 402 presumivelmente extintas e 402 vulneráveis."Também foram encontradas, em unidades de conservação, cerca de 20 espécies que eram tidas como extintas na lista anterior, de 1998", diz Barbosa. "O que comprova a eficácia e a importância dessas unidades."

Agencia Estado,

17 de setembro de 2004 | 16h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.