Satélite acha planeta e estrela com movimentos sincronizados

O planeta que apresenta a órbita sincronizada com a rotação da estrela tem o mesmo tamanho de Júpiter

Da Redação,

25 de julho de 2008 | 15h10

O planeta Corot-exo-4b, descoberto fora do Sistema Solar pelo satélite europeu Corot, tem um período de translação sincronizado com a rotação de sua estrela, informam os cientistas da missão, que conta com participação brasileira. A descoberta do planeta pelo Corot havia sido anunciada em maio, juntamente com a de um outro mundo - Corot-exo-5b - de um novo tipo de corpo celeste, maior que um planeta mas menor que uma estrela.   O planeta que apresenta a órbita sincronizada com a rotação da estrela tem o mesmo tamanho de Júpiter, e completa uma volta ao redor do astro em 9,2 dias. Sua estrela é um pouco maior que o Sol.   Os cientistas responsáveis pela descoberta estão surpresos, de acordo com nota divulgada pela Agência Espacial Européia (ESA), porque o planeta parece estar muito distante da estrela a e ser pequeno demais para ter sofrido influência do astro em sua rotação.   Não se sabe se a sincronização de movimentos entre planeta e estrela existe desde a formação do sistema, há 100 milhões de anos, ou se a rotação do astro passou a acompanhar a órbita do planeta mais tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
corotplanetaextra-solar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.