Saúde remove terra contaminada por chumbo em Bauru

Funcionários da Indústria de Acumuladores Ajax, sob a orientação da Vigilância SanitáriaMunicipal, começaram nesta segunda-feira a remover parte da terra das ruas de 90 quadras e de quintais do Jardim Tangarás, bairropróximo à unidade metalúrgica da empresa, em Bauru, a 335 quilômetros de São Paulo. No bairro mora a maior parte das quase 300 crianças contaminadas por chumbo.A remoção será de uma camada de cinco centímetros de terra, que vai ser levada para uma área isolada no pátio da indústria, de modo a evitar que os moradores - principalmente ascrianças - se recontaminem.Casas e parqueOs agentes sanitários também vão aspirar o interior das casas e colocar concreto em algumas que ainda têm chão de terra batida.O trabalho será feito depois no Parque Bauru e em outros bairros onde houve contaminação. O primeiro dia de trabalho de remoção da terra contaminada foi prejudicado pela chuva, mas ostrabalhos foram retomados nesta terça-feira e vão continuar.Caixas d´água e telhadosA Vigilância Sanitária já promoveu a limpeza das caixas d´água e varrição dos telhados das casas. E, depois da raspagem do solo, outras providências deverão ser adotadas, como oasfaltamento das vias públicas.Os trabalhos são feitos pela Vigilância Sanitária do Estado e do Município. Uma equipe multidisciplinar - médicos, fonoaudiólogos,psicólogos e outros profissionais - acompanha a evolução do quadro de saúde das crianças contaminadas, e a Companhia de Tecnologia de Saneamento de SP (Cetesb) aguarda providências daempresa para decidir o que fazer com a área de metalurgia, interditada desde janeiro.

Agencia Estado,

05 de novembro de 2002 | 17h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.