Saúde terá R$ 1 bilhão para combater gripe aviária

O Ministério da Saúde deve reservar R$ 1 bilhão para o plano de contingência que deverá ser colocado em prática no caso da pandemia de gripe aviária chegar ao País. Essa verba seria gasta ao longo de um ano na compra de medicamentos, fabricação de vacinas, campanhas educativas e de prevenção, entre outras ações."O problema não será falta de verba", garantiu o ministro da Saúde, Saraiva Felipe. O governo já acertou a compra do antiviral Tamiflu em quantidade suficiente para atender 9 milhões de pessoas. Ainda não está definida, entretanto, a data em que chegará ao País a primeira remessa do medicamento, considerado, por enquanto, o mais eficaz contra a doença.O ministro afirmou que já está sendo realizada análise de amostras de aves migratórias que chegam ao País do Hemisfério Norte. Essa análise é feita de forma rotineira há algum tempo para acompanhar o vírus influenza, causador da gripe, e a doença Febre do Nilo. Entre os Estados monitorados estão Rio Grande do Norte, Pernambuco e Rio Grande do Sul, que estão na rota migratória das aves.Seguro de vidaO ministro Jorge Armando Félix, do Gabinete de Segurança Institucional, disse também que "não vão faltar recursos" do governo para equipar a Vigilância Sanitária e evitar a chegada da gripe do frango no País. Ele relatou que, em reunião hoje na Casa Civil, representantes da Agricultura, Saúde e Fazenda analisaram propostas para um plano de contingência diante da possibilidade de uma pandemia humana. "Não há alerta amarelo ou vermelho", afirmou. "(O plano) é um seguro de vida, pois ninguém quer morrer. A gente torce para não usar esse seguro."Félix informou que no próximo dia 25, no Canadá, ministros de saúde de diversos países vão discutir um esforço conjunto para combater a gripe do frango. "Não é um problema de um país, mas de uma rede de países, há risco de uma pandemia", disse. "Também é impossível prever quando essa gripe vai chegar aqui, nos Estados Unidos ou em outro lugar, se amanhã ou daqui a 15 dias", completou.   leia mais sobre gripe aviária

Agencia Estado,

19 de outubro de 2005 | 18h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.