Segurança de Bento XVI é reforçada após incidente no Natal

Pontífice celebrou missa na Basílica de São Pedro nesta quarta-feira; nenhum incidente foi registrado

AP,

06 Janeiro 2010 | 15h06

Corredor na Basílica de São Pedro foi ampliado e mais agentes de segurança foram designados

 

CIDADE DO VATICANO - O Papa Bento XVI celebrou nesta quarta-feira, 6, na Basílica de São Pedro, no Vaticano, missa em homenagem ao dia dos Três Reis Magos. Durante a celebração, o pontífice beijou bebês e apertou as mãos de diversos fãs sob os olhares de sua reforçada equipe de seguranças.

 

Veja também:

linkSecretario particular do Papa visita mulher que agrediu Bento XVI 

linkPapa Bento XVI afirma que falta humildade ao homem

 

Ao final da missa realizada na noite do último dia 24, Bento XVI foi atacado por uma mulher, que o derrubou no chão. Desde então, várias medidas de segurança foram adotadas para proteger o papa.

 

Na missa realizada nesta quarta-feira, foram ampliadas os espaços por onde o pontífice percorre dentro da Basílica de São Pedro. Mais agentes de segurança também foram colocados dentro do recinto.

 

Nenhum incidente foi registrado na última missa realizada por Bento XVI, que, apesar das medidas de segurança adotadas, fez questão de se aproximar dos fiéis, cumprimentando-os e acenando de perto, sempre sorridente.

 

Fatos recentes mostram que barreiras físicas não são suficientes para coibir as pessoas de se aproximarem dos papas. Em 1981, um turco atirou e feriu gravemente João Paulo II durante aparição do pontífice na praça de São Pedro. Dois anos antes, um alemão com problemas psiquiátricos passou pela barreira de proteção e agarrou o Papamóvel, veículo que transporta os papas em aparições públicas.

Mais conteúdo sobre:
papa Bento XVI segurança Vaticano

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.