Semente da graviola combate mosquito da dengue

Cientistas mexicanos descobriram que as sementes da graviola são um poderoso inseticida que acaba com o mosquito transmissor da dengue, e que inclusive destrói as larvas do inseto. Verónica Domínguez, especialista em biologia molecular, disse que o inseticida poderia ajudar nas estratégias mundiais para o controle da dengue."Este bioinseticida não só é mais efetivo que os praguicidas tradicionais, mas é resistente à luz e menos agressivo ao meio ambiente", afirmou a pesquisadora da Faculdade de Biologia da Universidade de Veracruz, no Golfo do México.Após vários testes com extratos naturais e inseticidas químicos comerciais, o grupo de trabalho descobriu o agente contra o inseto nas sementes de graviola.Verónica acrescentou que a substância inibe as mudanças morfológicas, detém a metamorfose do inseto e impede que passem para fase adulta.De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), anualmente ocorrem mais de 50 milhões de casos de contágio de dengue e dengue hemorrágica, dos quais meio milhão são hospitalizados, com cerca de 20 mil.A pesquisadora mexicana explicou que um dos principais problemas enfrentados pelo homem em sua luta contra a dengue é a resistência desenvolvida pelo mosquito Aedes aegypti aos inseticidas convencionais, assim como a rápida adaptação do inseto a diferentes ambientes.

Agencia Estado,

07 de outubro de 2005 | 15h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.