Senado vota projeto da Mata Atlântica nesta sexta

O Senado vota nesta sexta-feira, em regime de urgência, o projeto de lei que trata da recuperação, preservação e uso sustentável da Mata Atlântica. O texto tramitou 11 anos e foi aprovado na Câmara no dia 3, graças a acordo fechado pelos líderes dos partidos.No Senado, além do requerimento de urgência apresentado pelo líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), houve o empenho do presidente da Casa, José Sarney (AP), em atender o pedido da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, para votar a proposta este ano. A senadora Roseana Sarney foi designada relatora do projeto.Após conversar com Sarney, Marina disse que lembrou a ele o quanto esse projeto é importante para a política ambiental do País, porque vai preservar o que ainda existe da Mata Atlântica. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) restam apenas 7,3% das florestas da Mata Atlântica da época do Descobrimento.Coordenador do grupo que fechou o acordo para aprovar a matéria na Câmara, o deputado Luciano Zica (PT-SP) disse que as florestas destruídas nos 11 anos em que o projeto ficou engavetado equivalem à destruição de uma área do tamanho de um campo de futebol a cada quatro minutos.O senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), que se encontrou com a ministra quando ela deixava o Senado, disse que o projeto deve ser aprovado sem dificuldades. Marina afirmou que isso vai estimular o surgimento de outros projetos, além dos que estão em andamento, de recuperação da mata.

Agencia Estado,

11 de dezembro de 2003 | 23h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.