Senador dos EUA elogia China na luta contra mudança climática

Se China e EUA demonstrarem progressos concretos deverá haver êxito na luta contra emissões, disse Kerry

Efe

28 de maio de 2009 | 04h57

O presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado americano, John Kerry, elogiou nesta quinta-feira, 28, em Pequim a disposição dos líderes chineses de colaborar na luta contra a mudança climática.

 

"Há oportunidades imediatas entre EUA e China para colaborar na  mudança climática e na energia limpa", disse o senador. "Apesar de estar há mais de 20 anos trabalhando neste assunto e de encontrar durante este tempo delegações chinesas em lugares como Kioto (Japão), Bali (Indonésia) ou Busan (Coreia do Sul), estas conversas foram as mais construtivas e produtivas que tive com eles", assegurou.

 

Kerry disse ainda que "os líderes chineses asseguraram que a China terá um importante e construtivo papel em Copenhague", onde acontece em dezembro a Conferência Internacional das Nações Unidas sobre a Mudança Climática.

 

"É muito importante o que vamos decidir nas próximas semanas para o êxito de Copenhague", disse Kerry. "Se China e EUA, que juntos produzem quase a metade das emissões globais, podem demonstrar progressos concretos nos próximos dias ou semanas, conseguiremos o êxito em Copenhague e além", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaEUAmudança climáticaJohn Kerry

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.