Sete icebergs estão à deriva na costa argentina

Sete icebergs se descolaram dacrosta polar da Antártida e estão à deriva na costa da Argentina mas autoridades locais disseram que as camadas flutuantes degelo não apresentam perigo à navegação e devem derreterrapidamente. O maior bloco de gelo - com 700 metros de extensão e 50 metrosacima das ondas - foi visto por um pescador esta semana na costade Mar del Plata. Segundo a Guarda Costeira, o enorme bloco de gelo está a 200quilômetros do litoral e é improvável que se aproxime muito. "É bastante incomum observar um iceberg desse tamanhoflutuando nessa faixa de água", observou Oscar Aguierre, membroda Guarda Costeira, em entrevista à agência Diários y Notícias. Segundo ele, o iceberg entrou numa área de correntes oceânicasmais quentes provenientes do Brasil, o que deverá fazer com queseu tamanho diminua consideravelmente. A Marinha argentina localizou pelo menos mais seis icebergsflutuando por sua costa depois de se descolarem da Antártida.

Agencia Estado,

22 de novembro de 2002 | 17h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.